Processo criativo – Estampa “Clusters”

Como eu tinha prometido na página do facebook, aqui vai o post mostrando o processo criativo de uma das minhas estampas. Quero frisar que essa não é a “melhor maneira” ou a “maneira mais correta”, apenas o jeito que eu faço!
Obs: esse post vai ficar gigante porque eu usei muitos elementos na estampa e também porque eu falo muito rs. Me desculpem!

Vou mostrar o passo a passo da estampa “Clusters”, que eu já postei aqui no blog. Escolhi essa estampa pois ela tem muitas etapas e elementos e, por isso, acho que vai render um post bem completo! :)

Esse é o resultado final:
image

Vamos lá, vou começar pelo básico, a minha área de trabalho :)
O que eu uso é o seguinte (desculpem pela foto horrorosa!):

image

Macbook Pro 13”, Monitor LG 22”, Tablet Wacom Intuos PTZ-630, Mesa de luz (mandei fazer – se alguém quiser o contato do marceneiro deixa aqui nos comentários), Sketchbooks (sempre uso os da linha Kraft da Cicero, com espiral, fica mais facil pro scanner e pra mesa de luz), lápis, canetas nankin e por aí vai!

Agora falando da estampa em si, vou começar pelos pássaros. Bom, eu não sou uma exímia desenhista, mas isso não é vergonha – nem limitação – pra quem quer trabalhar com estamparia. Sim, tenho uma invejinha branca daqueles virtuosos que desenham qualquer coisa, mas eu me viro como posso.

Eu fiz esse primeiro pássaro há muito tempo, sem pensar que ele viraria essa estampa ainda. Eu busquei uma referência no google e desenhei diretamente no meu caderno, “de olho” (fotos abaixo). Obviamente não ficou idêntico, mas o objetivo também não era esse.

image

image

Vetorizei no Illustrator, com traços simples, e colori. Gosto muito da combinação “creme e marrom” para preenchimento e contorno, ao invés do tradicional “preto e branco”, acho que dá um ar meio vintage :)
Eu ia usar esse passarinho em outra estampa que cheguei a criar, mexer um pouco, mas não estava satisfeita, então deixei de lado. Recentemente resgatei o passarinho e aproveitei ele nessa estampa! (as flores eu também aproveitei recentemente, na estampa “Felicidade” que postei aqui no blog!)

O segundo passarinho eu fiz usando a minha mesa de luz. Procurei novamente referências na internet, imprimi e fiz um traçado por cima da foto com uma caneta nankin. Vetorizei com o live trace, do Illustrator CS6, e usei as mesmas cores do anterior.

image

Agora, as flores! Lembram de um post que eu fiz aqui falando do site Pattern People, que comercializa uma série de recursos que eles chamam de Designer Tools? Eu comprei com eles há um tempo o “Spring Florals Photo Pack”, um pacote de fotos copyright free que você pode usar da forma que quiser nos seus trabalhos.

Escolhi as pastas “Camellias” e “Clusters” que vem dentro desse pacote, selecionei algumas fotos e levei pro Photoshop. Recortei as flores, trabalhei as cores (não existia laranja, por exemplo), apliquei o pacote de actions “Vintage Set” – action Vanilla Pudding (gratuito, clique no nome para baixar) e também o filtro “Poster Edges”, do próprio Photoshop, controlando os níveis pra obter o efeito que eu queria.

Próximo passo, “gotinhas” e “pois” (poá).
Esses dois elementos eu também não tinha feito especialmente para essa estampa. Um dia peguei umas folhas de papel e comecei a rabiscar, com um marcador preto (marca Copic) diversos elementos repetidos em várias folhas, de forma bem livre.

image

Como eu queria um efeito “handmade”, peguei essas duas imagens, levei para o Photoshop, onde as deixei puramente em preto e branco, sem subtons de cinza (Image > Adjustments > Threshold), passei pro Illustrator e usei o bom e velho “Live Trace”, que é uma ótima opção pra vetorizações rápidas e sem muitos detalhes. (usar com moderação! rs.)

Agora, a montagem, que foi feita no Illustrator.
Dentro do mesmo arquivo, coloquei todos vetores e também as imagens que eram bitmap. Para estas, usei a opção “embed image” para que elas não precisassem ser “links” e ficassem dentro do próprio documento.

Montei mais ou menos o que eu queria em termos de composição (foto abaixo) com dois outros detalhes: a moldura e o céu atrás dos pássaros. A moldura eu tenho que confessar que eu fiz na mão, usando o trackpad do notebook (sem mouse ou tablet) e o azul é na verdade uma foto do céu, literalmente rs.

image

Depois, selecionei os elementos e fui para o painel de padrões do Illustrator (Object > Pattern > Make), ajustei o posicionamento dos elementos, o rapport, etc. e depois, adicionei o fundo amarelo e os pois (poás).

Acho que é isso, gente! Não entrei muito no mérito do Illustrator porque a idéia era mostrar o processo criativo, não o técnico. Isso já é mais assunto pros vídeos do site Metapix ;)

Desculpem de novo se o post ficou grande, mas era muita coisa pra mostrar! Espero que vocês gostem!!

Beijos!

Deixe uma mensagem!

*

Próximo postEstampados #2