Cactus #1

Oi gente!
Hoje eu estou voltando com um tipo de post que não faço há muito tempo!

Em homenagem à esse calorzinho “de leve” que está fazendo no Rio de Janeiro (e acredito que em boa parte do país!) a seção de estampas temáticas de hoje vem trazendo estampas de… cactus! Combina, né? rs.

cactus Continue lendo…

Dicas para desenhar flores!

Oi gente!!
Prontos para o primeiro post do ano??? :D

Hoje eu vim compartilhar com vocês uma descoberta recente que eu fiz e que acho que pode ajudar muita gente! Como eu já disse algumas vezes, não sou uma ilustradora muito “virtuosa”, por isso procuro praticar muito e aprender coisas novas sempre!

Passeando pelo youtube, encontrei um canal chamado “Overnight Artist” que possui uma série de vídeo-aulas de desenho. À primeira vista, as aulas podem parecer bastante simples e os desenhos até bem infantis, mas o que me chamou a atenção foram os vídeos voltados para ensinar a desenhar flores!

Não sei se todos aqui acompanham o Estampaholic no Instagram (@estampaholic) mas, recentemente, eu postei lá um desenho de algumas flores – mais especificamente papoulas – que eu criei a partir de um dos vídeos do canal. Confiram abaixo o desenho e o vídeo:

image Continue lendo…

Copics – Swatches de cores

Oi gente, tudo bem???
Bom, último dia do ano, último post do ano!! :)

Antes de tudo, gostaria de agradecer a vocês por todo o carinho e por terem acompanhado o blog nesse primeiro ano! Espero que 2014 venha cheio de boas novidades para todos nós, traga muito, muito sucesso e que a gente possa continuar fazendo o que a gente ama! Feliz ano novo!!! :)

Mas, sem mais delongas, vamos ao assunto do post! :)
Ontem eu postei uma foto no Instagram (@estampaholic) mostrando os marcadores Copic que eu adquiri recentemente e perguntei lá se vocês gostariam de ver swatches das cores!

image Continue lendo…

Tutoriais de aquarela

Olha eu falando novamente sobre aquarela aqui rs.
Como eu disse no post anterior, tenho andado muito apaixonada por aquarela e, além de praticar bastante, também pesquiso muuuito na internet!

Nesses meus passeios por blogs, canais do youtube, sites, pinterest e redes sociais, me deparo com coisas muito interessantes que tento sempre compartilhar aqui com vocês.

A dica de hoje é uma série de tutoriais de aquarela, em inglês, do site “The Alison Show”, criado pela crafter Alison Faulkner Robertson. O blog dela é uma gracinha e super vale a visita, mas hoje vou mostrar para vocês uma parte dele em específico!

image Continue lendo…

Um pouquinho sobre os (famosos) marcadores Copic

Oi gente!
Esse post vai falar um pouco sobre os marcadores Copic, tendo como base aquele desenho que eu postei no instagram (http://instagram.com/p/aka-8PMt4M) e compartilhei na página do facebook (facebook.com/estampaholic), estão lembrados dele? Alguns de vocês ficaram curiosos, então resolvi fazer este post!

PS: Os marcadores que eu uso, amo e recomendo são da marca Copic. Já experimentei outros como “Prismacolor” e “Touch”, porém acho que não existe nem comparação, em termos de qualidade, entre a marca Copic e qualquer outra marca semelhante do mercado.

image
Gostaria de enfatizar que este post não é um tutorial, apenas estou mostrando como eu faço meus desenhos com os marcadores Copic.

Bom, vamos lá!
Tudo começou com essa flor que estava aqui em casa, em um jarro sobre a mesa (me encarando e pedindo para ser desenhada rs.).

image

Tirei essa foto apenas para mostrar pra vocês, pois o desenho foi feito “no olho”: me sentei à mesa e fiquei observando e desenhando a flor em uma folha comum, A4. Esse processo requer um pouco de paciência e, se você quiser que fique perfeito (não foi o meu caso rs.), muita habilidade. Mas, você também pode tomar partido de uma boa foto e uma mesa de luz (ou um papel vegetal). Além disso, a prática constante de desenho ajuda bastante a melhorar o nosso traço.

O resultado do desenho, só com contorno, ficou assim:

image

E aí eu só pintei. Pronto! Rs. Brincadeira.
Aí que começa a parte legal. Confesso que eu queria ter feito uma “rosa rosa”, mas como não possuo muitas canetinhas desse tom, acabei indo para o vermelho. Como as cores ficaram todas na mesma matiz, apenas em tons diferentes, foi fácil passá-las para tons de rosa, posteriormente, no Photoshop.

Primeiro, segue a lista das cores que eu usei:

image

  • Cor principal: R35 (Coral)
  • Sombra #1: R37 (Carmine)
  • Sombra #2: R59 (Cardinal)
  • Cor mais clara: R05 (Salmon Red)

As canetas que eu usei são da linha “Ciao” da Copic. Semelhante à esta, existe a linha “Sketch”, que possui marcadores com a mesma estrutura dos Ciao, porém possuem maior quantidade de tinta, diversidade de cores e, consequentemente, são mais caros. Se vocês querem experimentar esse tipo de caneta mas sem começar com um investimento muito alto, sugiro que comecem com alguns poucos marcadores Ciao. Ver na prática quais as cores que vocês mais gostaram e usaram pode ser um jeito de decidir em quais marcadores Sketch investir. No final do post colocarei indicações de onde comprar as canetas!

Bom, para resumir, ambas as linhas apresentam canetas com dois tipos de pincéis: o “Super Brush”, mais fino e para desenhos de maior precisão e o “Medium Broad”, geralmente utilizados para cobrir áreas maiores de cor. A Copic ainda trabalha com outros dois marcadores, o Copic (original) e o Wide, mas não vamos falar sobre eles hoje.

Abaixo vocês podem ver como é a estrutura de um marcador Ciao e como são as pontas de pincéis que eu falei acima.
image
Como o meu desenho exigia alguns detalhes, usei a ponta “Super Brush” o tempo inteiro. Na verdade, raramente eu uso a ponta Medium Broad pois não faço desenhos muito amplos – como cenários, fundos, etc.

Então vamos à pintura do desenho. Eu não queria contornos evidentes na flor, e, para isso, eu poderia ter desenhado o contorno à lápis, bem de levinho e pintado por cima. Porém, isso só funcionaria 100% se as cores que eu escolhi fossem escuras o suficiente para cobrir o lápis e qualquer borrão que surgisse dessa mistura.

Preferi então levar o meu desenho, em outline, para a mesa de luz e, com a ajuda dela, preenchi a flor com a minha cor principal, R35 Coral, deixando espaços completamente em branco, para simular a luz.

Passando mais de uma vez a caneta sobre o mesmo lugar, conseguimos escurecer algumas áreas e esse é o interessante deste tipo de marcador: ele nos permite construir camadas e sobreposições de cor! Desta forma, podemos fazer sombras com a mesma caneta e também misturar diversas cores, criando outras novas – mais ou menos como uma aquarela!

Com a cor seguinte, R37 Carmine, fiz as primeiras sombras, mais leves e discretas, ao longo das pétalas. Reforcei, com a mesma cor, sombras que estavam na “fronteira” entre pétalas diferentes, passando mais camadas de Carmine.

Com o auxílio da sombra mais escura, R59 Cardinal, adicionei leves detalhes também ao longo das pétalas mas, principalmente, dei mais profundidade à sombra anterior, reforçando os lugares que possuem menos incidência de luz.

Por último, próximo aos espaços que deixei em branco, utilizei a cor mais clara, R05 Salmon Red, para suavizar o contraste de luz entre vermelho e branco, criando uma espécie de gradiente. Não fiquei limitada apenas ao entorno das áreas brancas, levei essa cor mais clara também para dentro das pétalas.

E este foi o resultado final:
image

Bom, espero que vocês tenham gostado desse pequeno passo a passo! Me desculpem pelas marcas d’água, porém essa flor está sendo usada em uma estampa que estou desenvolvendo e eu achei, por bem, preservá-la de algum uso indevido.

Por último, vou deixar links de onde comprar as Copics.
Infelizmente, aqui no Brasil, eu não sei onde encontrar esses marcadores em lojas físicas, mas já existe a loja virtual da marca aqui no nosso país: http://www.copic.com.br/loja. Lá vocês irão encontrar os marcadores Ciao a partir de R$15,90 e Sketch, a partir de R$21,90.

Para quem é de fora ou tem a possibilidade de que alguém traga as canetas de outro país, existe a loja oficial online: http://store.copicmarker.com, porém amigas minhas já encontraram Copics em lojas de Nova York por 7 e até mesmo 5 dólares. O negócio é pesquisar pois, como compramos várias de uma só vez, a diferença de dois dólares por unidade pode significar muitas outras canetas! Rs.

Vale a pena também checar Amazon e Ebay e os kits (ou sets) de canetas, que geralmente fazem com que o preço por unidade seja menor!

Beijo grande e espero que este post tenha esclarecido algumas dúvidas!

Dicas sobre Aquarela #1

Oi gente! Eu estou escrevendo esse post pela terceira vez rs. Meu Google Chrome resolveu fechar sozinho duas vezes e toda hora que a janela do post reabria, aparecia tudo vazio rs. Mas não tem problema, a gente reescreve! Desculpem a demora, esse final de semana foi meio conturbado e eu acabei ficando um pouco distante do blog.

Como foi escolhido por vocês na enquete do facebook (ok, só 13 pessoas de mais de 2.800 responderam, vocês são muito quietinhos!) o tema deste post será “Dicas sobre Aquarela”. Lembrando que eu ainda farei posts sobre os outros assuntos, apenas perguntei pra saber qual vocês queriam ver primeiro!

O post de hoje não tem a intenção de ensinar aquarela para ninguém. Como vocês devem ter visto no último post sobre o assunto, o Referências de traços – Aquarela eu apenas estou começando a mergulhar nesse mundo que eu acho fascinante. Minha intenção aqui é dividir com vocês as descobertas que eu faço ao longo do caminho, durante as minhas pesquisas, estudos e experimentações.

O mesmo vale para a própria estamparia. Não sei se vocês tem a impressão de que, por eu ter um blog sobre o assunto, eu já sou uma profissional estabelecida na área rs. Na verdade eu sou apenas uma designer apaixonada pela carreira que escolheu pra si, procurando absorver todo o conhecimento possível pra poder entrar de vez no mercado. Então eu sigo estudando, até conseguir meu primeiro emprego na área ou alguns freelas bacanas! :)

Bom, chega de papo e vamos ao que interessa! Eu falo muito, me desculpem rs.

image

Procurando por referências para fazer o post anterior sobre aquarela, me deparei com imagens/sites/vídeos interessantes. Aliás, um outro motivo pelo qual eu demorei tanto pra escrever aqui é que eu queria fazer um post coeso e não simplesmente colocar um monte de informações randômicas sobre aquarela pra vocês. Vamos ver se eu consegui rs.

Resolvi falar nesse post sobre tipos de pincéis e o efeito produzido por eles. Pra isso, consegui juntar algumas imagens e vídeos. O primeiro vídeo que eu vou colocar aqui é um que apresenta os quatro tipos de pincéis mais usados em aquarela. O vídeo é feito pelo artista Bob Davies e a maioria das minhas referências neste post vem dele. O vídeo é em inglês – e com bastante sotaque – mas acho que dá pra entender bem mesmo se o seu inglês não é muito fluente. Lembrando também que o youtube permite colocar legendas (originais em inglês) e até traduzir as mesmas, mas eu ainda não testei essa tradução. Bom, sem mais delongas, vamos à ele:

Em seguida, tem um outro vídeo do mesmo autor, mas em um canal diferente (falo mais sobre isso depois). Esse vídeo fala dos efeitos produzidos por cada pincel e como você pode atingir efeitos parecidos com pincéis diferentes, ou seja, você não precisa gastar uma fortuna para poder começar a pintar as suas aquarelas!

Encontrei vídeos do Bob nos sites Art Tutor (link direto para os vídeos grátis de aquarela: http://www.arttutor.com/free-watercolour-tutorials) e Watercolour Secrets (link também direto para a página de vídeos grátis: http://www.watercoloursecrets.com/videos.html). Os dois sites funcionam em esquema de assinatura, porém eles disponibilizam alguns vídeos grátis pra gente ter uma idéia de como são as aulas e decidirmos se vamos querer, ou não, assinar.

No site Watercolour Secrets, o artista ainda disponibiliza um e-book, bem completo e totalmente grátis, para download. Você precisa cadastrar o seu email e o link para download chega em poucos minutos:
http://www.watercoloursecrets.com/ebook.html

Além disso, ele possui um canal no youtube (link direto para os vídeos sobre aquarela: bit.ly/19hrEdL) com vídeos que ensinam, por exemplo, como pintar árvores, animais, nuvens, etc. Eu me ative aos vídeos do Bob pois achei que as explicações eram bastante simples e assim o conjunto faria mais sentido.

Como esse post já está ficando muito longo, acho melhor deixar as outras informações para um próximo, certo? Se vocês gostarem desse post, posso fazer um outro mostrando pinturas básicas, cores, texturas… o que vocês acham? Como sempre, é só deixar nos comentários aqui ou no facebook!

Beijos!